O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

terça-feira, abril 16, 2013

Verdadeiros inúteis

Já há muito tempo que sei que não posso ser dadora de medula óssea.
Um dia, liguei para o Centro de Histocompatibilidade do Sul, para saber o que precisava fazer para me inscrever. Troquei meia dúzia de palavras com a senhora que me atendeu, e soube que a puta da anemia congénita, com a qual vivo sem qualquer problema desde que nasci, e com a qual a minha mãe vive desde que nasceu, e com a qual a minha avó viveu durante 80 anos, e que também calhou na rifa à migalha do meio, impossibilitava a minha intenção de, quiçá, salvar uma pessoa, um dia, em qualquer parte do Mundo.
Hoje resolvi puxar o assunto do Rodrigo com Dito-Cujo.
Ah e tal, e sábado, vai haver um evento, e passávamos lá, podias fazer a análise, aquilo não custa nada.
Primeiro começou a engonhar que tinha medo de fazer a análise e ter alguma coisa. Oi?
Depois, que dizem que custa imenso e não sei quê. Oi?
Se seguida que eu só arranjava coisas para os outros, e porque não ajudava eu...Sim, já ajudei. Ah, mas dinheiro não é tudo. Não. Mas como não posso ser dadora...Oi?
Depois lá me mandou ir ver o que era preciso. Talvez o meu horroroso argumento de podia ser um dos nossos, tenha ajudado. O facto de ser um coração mole também.
Fui logo ver as condições. E não é que quem levou transfusões de sangue após 1980 não pode, e Dito-Cujo levou umas quantas em 1983 na sequência de uma acidente?
Oh pá. Cá em casa estamos de pés e mãos atados.
Merda.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente