O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

terça-feira, abril 16, 2013

Sobre o carácter

Na definição de carácter, quando a procuramos num dicionário, encontramos coisas como "qualidade distintiva", "indole", "firmeza" "dignidade".
Eu tenho dificuldade em defini-lo, mas sei quando o vejo em alguém. Também sei quando ele está perfeitamente ausente.
O carácter é para mim a qualidade que faz com que as pessoas façam as coisas certas. Que faz com que se façam as escolhas nobres, ainda que não seja a que apetece, ou a que dá jeito. O carácter não se adquire. Claro que se molda, claro que a força de carácter ou a ausência dela em quem nos educa, é provavelmente o que mais vai condicionar o nosso comportamento. Haverá excepções, como em tudo na vida.
Só não sei se é possível perde-lo. Alguém que sempre pautou as suas decisões da forma moral e eticamente correcta, pode de repente ser corrompida ao ponto de deixar o seu carácter na lama? Acho que não. Provavelmente ainda não tinha sido verdadeiramente posto à prova.
Acredito que toda a gente é alguma vez na vida testada num qualquer acontecimento em que o carácter ou a falta dele vão sobressair.
As pessoas de carácter, como todas as pessoas, cometem erros e injustiças. Mas reconhecem que o fizeram, pedem perdão, tentam emendar a mão.As pessoas de carácter são firmes nos seus valores, mesmo que não sejam os mais populares. E defendem-nos, porque acreditam.
O carácter é a qualidade que permite de forma digna, defender aquilo em que acreditamos, e porque acreditamos que é o correcto.
Uma pessoa de carácter raramente nos surpreende pela negativa. Aquilo que esperamos dela, é muito provavelmente aquilo que tem para nós. E isso é uma coisa que não tem preço.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente