O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

sexta-feira, abril 19, 2013

A Fernanda

Lembro-me de há uns atrás, estar sentada no jardim da casa de amigos, e de connosco estar a mãe de um deles.
É daquelas senhoras que vive agarrada ao nome, ao berço e ao brasão, como se isso por si só a tornasse melhor, ainda que há um monte de gerações que ninguém daquela família faça alguma coisa de que se possam verdadeiramente orgulhar.
Estávamos a folhear uma revista, olha aqui que gira, olha aqui que magra, e aparece a Fernanda Serrano.
Eu, moça incauta dos subúrbios, disse que a achava muito gira e simpática. A senhora disse um sim muito enjoado e acrescentou:
- É bonita, mas é possidónia.
E pronto, esta senhora, gorda e feia como uma ostra, arrumou logo com todas as virtudes da Fernanda, porque não é "de famílias".
Lembrei-me disto a propósito do livro da Fernanda.
É que eu acho a moça mesmo muito bonita, daquelas que fica deslumbrante se for produzida, mas para a capa do livro, escolheram uma foto em que parece que não tem pescoço ou que a cabeça é demasiado grande para o corpo...
Só eu é que reparei?
Vai-se a ver e foi uma senhora daquelas muito feias e muito invejosas que escolheu a foto, toma lá que vais parecer atarracada! Não?
Ora digam lá de vossa justiça.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente