O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

sábado, dezembro 15, 2012

Eu e os leões do circo

Em primeiro lugar, que fique bem claro que não sou nenhuma activista dos direitos dos animais e este não é de certeza um post irado contra os circos ou contra os toureiros ou contra o foie gras (nham nham).
Gosto dos animais, não lhes faço mal, não gosto de lhes ver fazer mal, mas é de uma forma um bocado egoísta, para não dizer pior. Como posso dizer isto sem parecer muito mal...não sou capaz de ver matar um porco, mas sou capaz de estar lá passado uma hora para afiar o dente numas febras. Adoro uns belos bifes do lombo em sangue, e não acho que os aficionados sejam assassinos. Não gosto de corridas de toiros, como não gosto de ópera, e não, não gosto que comparem os animais às pessoas e até fervo, quando alguém compara os meus filhos aos cãezinhos.
- Podem por o cão na rua que está a encher isto de pelos?
- Olha olha, os seus filhos também dormem na rua ?- Grrrrrrr!
Mas voltando ao circo. Como disse, gostei do circo Cardinali, acho o patrão um charme (não é hereditário, também já vos digo), mas fiquei incomodada com o número dos leões, que por acaso é o do próprio.
Ver aquele animal, supostamente imponente, supostamente o Rei da Selva, humilhado com aquele olhar murcho, a subir e descer escadas, ficar nas patas de trás, saltar arcos com fogo, corrompido por uns quadradinhos de carne que lhe cabem na cova de um dente, tão longe das peças de carne que o seu instinto manda caçar.
E o domador, esse sim imponente, esse sim o rei da jaula, chicote sempre no ar, umas varas enormes para os picar, e eles lá, prostrados, com pouca ou nenhuma reacção, olhos semicerrados, ferocidade zero, nem um rugido.
Uns gatos grandes, cansados de viver em jaulas, cansados de palmas e luzes e música, que se distraem a olhar os espectadores com o olhar baixo e envergonhado.
Não sei se os animais do circo são maltratados, não faço ideia se estes leões deste circo são maltratados (mas suponho que treinar qualquer animal envolva sempre castigo). E não sei se há alguma medicação que os deixa assim, tão molengões e mansos.
O que sei é que para mim, os minutos em que dura esta parte do espectáculo são longos e o meu coração fica um bocadinho mais apertado que o normal.
Leões mansinhos e a miar...só os do Sporting.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente