O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

terça-feira, março 26, 2013

Avaliação de competências

Hoje fui avaliada.
Foi aquele momento do ano, em que o meu superior hierárquico, formalmente se senta a uma mesa com montes de papeis, e uma escala de classificação, e descrição das competências a avaliar e tudo e tudo a sério.
No meio daquele monte de papéis, reconheço o formulário da avaliação, e fico a tentar adivinhar o que será o resto.
Hum...Apontamentos?
Talvez qualquer coisa do género, dia 12 de Novembro de 2012 às 14h55m, enviou mapa com fórmulas cheias de erros. 
Ou então, chegou 10 dias depois das dez da manhã.
Ou ainda: sete dias com rabo de cavalo para disfarçar cabelo oleoso a clamar por água e champô.
Será que os meus disparates enchem aquelas folhas todas? Ai ai...
Depois, invariavelmente, pede para fazer o balanço do ano de trabalho. E uma auto-avaliação. Coisa que não considero assim muito difícil, porque se há competência que tenho desenvolvida é a comunicação em contextos familiares, e eu, digamos que me sou uma pessoa bastante familiar.
Depois avalia-me. Aliás, sobreavalia-me. Elogios atrás uns dos outros. 
Eu vou ouvindo, suspirando de alívio e pensando que ou sou muito mais competente do que penso, e só uma exigência pessoal desmesurada não me permite ver diariamente que sou quase uma superstar da gestão, ou então ando há 10 anos a enganar chefes atrás de chefes, ingénuos e incautos, a quem ardilosamente consigo convencer que sou uma das sete maravilhas do mundo das empresas de distribuição.
Outra hipótese que não devo descartar, é que chefe amoroso não proferiu só elogios, mas o meu enorme ego aumentado me impediu de ouvir os pontos a melhorar.
Ups...Alguém tomou nota dos pontos a melhorar?



Sem comentários:

Publicar um comentário

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente