O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

domingo, janeiro 04, 2015

Amanhã a nossa vida volta à normalidade

Depois do despertador tocar, vou acordar Migalhas, que vão dizer que têm sono e têm frio, e que lhes doi a cabeça ou a barriga, eu vou começar a gritar antes das oito, que nos vamos atrasar, que qualquer dia sou despedida, que vão ter falta na escola.
Vou fazer três pequenos almoços, seguidos de três lanches que na verdade são seis, mandá-los desligar a televisão, e vestirem-se e pentearem-se, e quando já estivermos a entrar para o elevador, vou perguntar-lhes se lavaram os dentes, e Migalha Crescida vai dizer que não, e vai voltar atrás, e eu ali a segurar a porta do elevador, a barafustar, depois elas barafustam mais alto e shiuuu, que acordam o bebé dos vizinhos.
Migalhas tiveram umas verdadeiras férias. Vejo que muitas das amiguinhas delas, passam as férias entre ATL e CAF da escola, continuam a levantar-se cedo, quando ainda está muito frio, e a esperar já de noite que os pais cheguem.
Migalhas estiveram sempre na casa da avó, a acordar para lá das onze da manhã, a enrolarem-se nos sofás, a lareira acesa desde cedo, os cereais comidos com toda a calma em frente à televisão. Nas horas menos frias, brincam na rua com os primos, fazem papinhas com terra e farinha e água (o Masterchef Kids está a dar-lhes cabo da moleirinha), comem as comidas preferidas, brincam com os brinquedos novos, vão aos restaurantes "...vá lá, vá lá, vá lá".
São umas crianças privilegiadas.  Desconfio que por muito que lhes repita isso, tão cedo não conseguirão alcançar o tamanho da sorte que têm. Eles e eu, que mesmo não estando de férias, só não ter que os levar a reboque pela manhã, já me faz  poupar no corrector de olheiras.
Por isso, quando amanhã começarem a queixarem-se da vidinha, vou recordar-lhes os amigos que passaram as férias a comer o arroz de atum da cantina, e a brincar em salas de aula por causa do frio, e dar-lhes os gritos e os piparotes do costume.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente