O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

quarta-feira, abril 24, 2013

Subo para a balança

Nua em pelo (todo o grama conta):
- Boa! Hoje posso comer um bolo!
Dito-Cujo espreita.
- 58? Boa. Não pesavas 60?
- Ná. 59. Às vezes chego aos 58 e depois posso comer um bolo e assim umas coisas. Vou tirar uma foto à balança.
Saio lançada no alcance do telemóvel, já imaginando a foto com os 58kg postada aqui para a eternidade. Volto e Dito-Cujo está de rabo para o ar a endireitar a balança que "não estava estável".
Subo para a balança, faço pontaria com a câmara do telefone.
- Olha, afinal já te está a dar 59. A balança estava mal.
Dito-Cujo, a desmanchar prazeres desde 1997.
Merda.

5 comentários:

  1. Homens meu deus... nós e a balança, a balança e nós. Acho que é um ódio de morte da nossa natureza...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O homem nao teve culpa. Era mais " me engana que eu gosto"!

      Eliminar
  2. ah ah ah. A minha balança pesa, num azulejo 59, no do lado 57 (deviam ambos pesar 52, mas enfim...)...dependendo da minha auto estima, acredito mais num ou noutro consoante os dias (o meu marido igual).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto! Os azulejos é que baralham isto tudo.

      Eliminar

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente