O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

segunda-feira, janeiro 20, 2014

Sobre aquilo da co-adopção

Façam uma sanduíche.
Usem uma daquelas bolas de Mafra, ou saloias, bem toscas e disformes, de contornos irregulares. Depois tentem enfiar a fatia do fiambre, ou do queijo, daquelas que já se vendem embaladas. 
Vão descobrir que para que não fique metade do fiambre, ou do queijo de fora, precisam de dobrar para dentro, cortar e enfiar lá para o meio, whatever. Mas vão fazer uma sanduíche.
Agora agarrem num pão de forma daqueles da Bimbo ou da Panrico, que vem sabiamente cortado em fatias quadradas. Coloquem uma fatia de fiambre quadrada, fabricada de propósito a pensar naquele pão. E uma fatia de queijo quadrada, fabricada de propósito a pensar naquele pão.
Façam a vossa sanduíche, onde não sobra nem falta um centimetro de nada. Depois, escolham um daqueles sacos especiais para sandes, e descobrem que a medida do saco, é feita a pensar naquele pão, naquele fiambre e naquele queijo, e conseguem enfiar lá dentro a sanduíche, de uma forma aparentemente perfeita. 
Aquele pão quadrado, é tão importante, que o seu formato condiciona  o formato do fiambre, do queijo, e do saco, ainda que nem seja bem pão e que a sanduíche seja uma merda.
Conclusão: nem tudo o que é óbvio, confortável e dentro do formato, é melhor.
As tarefas domésticas (fazer lanche da escola, por exemplo), são uma inspiração.

36 comentários:

  1. Este post deu 15-0 a tudo o que li sobre o assunto durante o fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Oh pá... Deixa-me "roubar" isto, deixas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes, claro. Deixa-me só varrer o lixo para debaixo do tapete não venha para aí vizinhança nova!

      Eliminar
    2. Ahahahahahahahahah!! Não te preocupes que os meus 10 leitores não são gente de reparar nisso! :DDD

      Eliminar
    3. Ah, que modéstia... Até já tens um anónimo fofinho, que eu bem vi!

      Eliminar
    4. Oh... {blushing]... viste? viste?

      Eliminar
  3. Joana, MP, CM, Ana Paula, Sexinho...Estou tão inchada que ainda rebento!

    ResponderEliminar
  4. Mas é que está mesmo uma excelente analogia.
    (E um comentário do tipo "eu também me sinto assim"... Vou fugir)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois deste comentario só lhe resta ir a correr escrever um looooongo e fastidioso post de embalar. As pessoas com insónias agradecem.

      Eliminar
    2. Já escrevi, já escrevi. Agora que penso nisso talvez tenha sido demasiado sintética...

      Eliminar
    3. Obtive reacções. Deve querer dizer quer o efeito spleeping pill ainda não foi obtido com sucesso.

      Eliminar
    4. Bem, menos que vinte e nove parágrafos nem se pode considerar realmente um post...

      Eliminar
  5. Acho que vai entrar blog novo para os meus favoritos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho bem, muito obrigada...Mas isto costuma ser uma pasmaceira, temo desiludi-la!

      Eliminar
  6. Já ouvi chamar de muitas coisas agora de bolas saloias ou pão de forma nunca :D ......(é difícil opinar em algo que muda tudo, não sou contra mas tb não sou a favor, estranho mundo que vivemos :( )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo que não é um tema fácil, ou consensual. Para me decidir tive que imaginar um caso concreto, e a partir daí, deixei de ter dúvidas.

      Eliminar
  7. ohpah, como eu gostei desta comparação :) parabéns :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagina o que pode acontecer se me decidir, por exemplo, a aspirar!

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Já desidratei. Não consigo babar mais...

      Eliminar
  9. Não conhecia o teu blog e que primeiro post para se ler... Nunca tinha pensado numa maneira tão boa para se retratar a situação!

    ResponderEliminar
  10. UAU.
    Foi a única coisa que veio a esta minha humilde cabeça depois de ler esta delícia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eerrrr... Acho que estou a ter um ataque de pânico...Entre senhor Factos, sente-se aí na poltrona. Sai daí homem, não vês que é o Factos de Treino?! Quer beber alguma coisa?

      Eliminar
  11. Adorei! Pena que há gente tão tacanha que nem assim compreende...Pode ser que um dia essa malta saia da Idade Média.

    ResponderEliminar

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente