O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

terça-feira, janeiro 21, 2014

Isto é que são verdadeiros problemas

Não sei lidar com pessoas tontinhas. Se as trato mal, nem que seja um bocadinho, pareço logo má pessoa. Se as ignoro não percebem .

17 comentários:

  1. Tontinhas ou que se fazem de tontas? Achoque as segundas precisam de ser "maltratadas" paraver. Se brem os olhos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava mesmo a falar das tontinhas genuínas...Daquelas que até dão pena, se não me dessem vontade de lhes dar estalos.

      Eliminar
  2. Eu aprendi que, nestas circunstâncias, a sonsice resulta sempre a nosso contento. Pelo menos sempre nos vamos divertindo enquanto elas não percebem e só nós é que nos achamos más pessoas. Experimente e vai ver se não se diverte..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, mas isso é um problema, porque estava mesmo decidida a ser uma pessoa melhor, nem que fosse aos meus próprios olhos. Mas a Picante parece-me que tem um grau bastante elevado de tolerância às tontinhas. Não?

      Eliminar
    2. Nem queira saber o que uma pessoa tem de se controlar. Mas a verdade é que merecem o meu respeito por perderem tempo no meu blog. Por mais alarvidades que digam...

      Eliminar
  3. Same, same here!
    E quando ignoramos essa mesma tontice e deixamos cair assim como nem sequer tivéssemos escutado/visto semelhante disparate e ainda nos atiram com um CREDO, É(S) TÃO ANTIPÁTICA/ANTI-SOCIAL, umas vezes verbal, outras com olhares reprovadores?
    Ou então já pelos cabelos de tanta tonteira, nós, que até nem chegámos a abrir a boca, só nos apetece enfiar num buraco tamanho é o embaraço?
    É como na farmácia, há de tudo um pouco!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve ser a história da vergonha alheia...

      Eliminar
  4. como te entendo. sofro do mesmo problema, tolerância zero para estupidez.
    mas estou como a mirone, há muita gente que se faz de tonta, é um género muito, mas muito irritante, e com essas não há que ter dó, pelo contrário.
    (que horror, pareço a maléfica...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá-lhes Açoteia, não sejas branda! (iupiii, é hoje que faço um trocadilho com o teu nome! "Gente tonta, açoiteio-a!")

      Eliminar
    2. ó pá muito bom!
      mirone és uma visionária, se tivesse um blog mais ousado usava o trocadilho como frase do header. never know...

      (ehehehe... tb fiz um trocadilho, juro q não foi de propósito)

      Eliminar
    3. Com essas posso eu bem. Aquilo é xeque-mate em quarenta e três segundos. O problema são aquelas que são tão tontas que chegam a ser boas pessoas. O que é uma pessoa que trata mal boas pessoas? (Açoteia, prefiro malina, já que Cruela já existe)

      Eliminar
    4. sim, claro. quem trata mal pessoas boas é alguém, normalmente, mediocre. despicable!
      pessoas boas, ainda que muito tontas, não se consegue tratar mal, não há como, não é honesto, se bem que às vezes é um exercício tramado, tiram-nos do sério... ainda assim, cruela ou malina (bem visto!) mas non troppo.








      Eliminar
  5. A minha chefe é tontinha. Agora vê lá o tamanho do meu problema...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo tonta ou das que se faz? É que este género que estou a imaginar não pode ser chefe de ninguém...

      Eliminar
    2. É mesmo tonta. O pai criou a empresa e ela ficou, por inerência, no cargo... Nunca foi funcionária. Sempre patroa. O que piora ainda mais a situação!

      Eliminar
  6. Tb não gosto nada e o melhor é msm ignorar mais que não seja para nos sentir-mos melhor.

    ResponderEliminar

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente