O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

sexta-feira, abril 11, 2014

Teste de Estudo do Meio: finalmente os resultados

Bem, hoje lá fui eu, meio a medo, consultar os testes de Migalha Crescida.
Depois disto,  e  disto ainda disto, ia convicta que a coisa teria corrido assim para o mal, a menos que a Divina Providência tivesse descido sobre o teste de Migalha para remediar o irremediável.
Primeiro vi o de Português, depois do de Matemática e estava a fazer ao contrário do que é suposto: deixei o pior para o fim.
Folheio o teste. Lá estão, as vacas carnívoras. Os tubarões sem escamas ou qualquer outra resposta. Ainda tenho tempo para verificar que a raiz é oque dá as sementes, e que o fruto é o que prende a planta ao solo, e lá está, a nota: 88%.
Bem, talvez a fisga deva estar apontada a mim, que como mãe, duvidei das capacidades de Migalha.
Migalha Crescida é a maior!

12 comentários:

  1. Respostas
    1. Aquela miúda tem uma sorte! É que tirando aquelas parvoíces, o resto estava tudo certinho...

      Eliminar
    2. Não é sorte xaxia não é sorte...

      Eliminar
  2. Agora é fazer com que se mantenha interessada e continue a estudar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que queres dizer com continue?

      Eliminar
    2. Que continue a preparar-se para os testes.

      Eliminar
  3. Eheheh, diz que é inteligente como a mãe :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só lhe falta não ser preguiçosa...:)

      Eliminar
  4. Olhe que essa d' "o fruto é que prende a planta ao solo" não está nada mal! Temos poeta!

    ResponderEliminar
  5. 88% é uma nota normalíssima na primária... o meu tirou 98% e sim, estava chateado. Dizia ele que não compreendia, afinal, tinha tudo certo e nada de erros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certamente que não é nada de especial. Mas a verdade é que tudo indicava que o nível de conhecimento da matéria era muito pouco, por isso sim, fiquei aliviada por verificar que o caso não estava assim tão mal parado.

      Eliminar

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente