O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

quarta-feira, dezembro 18, 2013

Em modo check list

Faço listas.
Eu, outrora a pessoa mais desorganizada do mundo, vivo agora escrava de listas. Check-lists.
A lista do que tenho para fazer no emprego, a lista das compras do supermercado, a lista das contas que tenho que pagar todos os meses, a lista de presentes de Natal.
Até para aqueles três ou quatro dias de férias em que fico em casa faço uma lista tipo "ir IKEA comprar cortinado casa de banho" ou "mudar roupas quarto meninas", ou melhor, "fazer escolha armário tachos".
Na mala, tenho uns três ou quatro blocos de notas, cheios de listas.
No telefone, uma série de notas que não são mais que...listas de coisas para fazer.
A verdade é que a cabeça já não é o que era, e pelo menos assim, poupo os poucos neurónios que me restam ao desgaste do "saber que se tem alguma coisa para fazer e não se sabe o quê".
O único grande pequeno inconveniente, é que me habituei tanto a não ter que me lembrar do que tenho para fazer, que se por acaso arrisco não escrever, é certo, certinho, que me vou esquecer. O que no trabalho, digo-vos que pode não ser uma forma inteligente de viver.
Ou sobreviver.


4 comentários:

  1. Bolas, que susto!! Não fosse por um detalhe que não corresponde (não uso o telefone para fazer listas) e ia jurar que me estavas a descrever.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, mas olha que o telefone também dá um jeitaço!

      Eliminar
  2. Eu gosto. De fazer essas listas só pelo prazer de a ir riscando. Chego aincluir não-tarefas só para ser mais uma coisa para riscar. Fico com a ideia de que sou muito eficiente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Muita coisa riscada e parece que somos mesmo super organizadas-eficientes-eficazes.

      Eliminar

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente