O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

domingo, julho 28, 2013

Eis o que penso sobre os jantares de antigos alunos de Liceus

Quem é que na sua rotina normal, na sua vidinha do dia a dia, com a família e os amigos, se lembra de organizar um jantar com pessoas que não vê há mais de 20 anos?
Quem?
Exacto. Ninguém.
Uma coisa são os amigos de há vinte anos que ficaram, e com os quais não se perdeu o contacto.
Dou ainda a abébia às turmas que organizaram jantares todos os anos nos últimos vinte anos.
Agora, assim sem mais nem menos, alguém desatar a organizar o Jantar dos Antigos Alunos do Liceu Nacional de Évora, Velha Guarda do Liceu Nacional da Covilhã, para mim quer dizer uma de três coisas:
 1. Que essa pessoa está acabadinha de se separar e quer ver como é que evoluiram as mamas da Carla Sofia com quem curtiu no 10º ano, depois de ver no Facebook que também se separou, e que postou umas fotos de biquini numas férias na República Dominicana e até não estava nada mal.
 2. Que a vida social dela não existe desde que saiu do liceu, e ao chegar perto dos quarenta tem esperanças de ainda ser reconhecido como o gajo popular que metia mais cestos no campo de basquetebol e só usava calças El Charro, Mustang e ténis Redley, e namorava com a Patrícia da turma de desporto, boa como o milho, naquele ano em que andava a fazer matemática de 12º.
3. As duas opções anteriores.
Que me desculpem os impulsionadores desses reencontros (falhei o último há 3 anos porque o Migalha Pequeno era recém-nascido), se isto não corresponde à verdade.
Talvez haja um dia em que acordam felizes ao lado da vossa/o  mulher/marido, depois de um animado jantar com amigos comuns que durou até às tantas, se levantam para ir dar a corrida matinal, fazem um like ao maluco do emprego que postou uma foto a fazer kitesurf no fim de semana, levam os miúdos à creche, e de repente, assim vindo do nada,  vão no carro e pensam: "eia, que isto era mesmo giro era organizar um jantar para ver aqueles macacos do 12º ano, o Cajó, e o Pi, e aquele outro muita fixe que namorava com a Cristina do 11ºC, como é que o gajo se chamava...O Licas, acho que era isso...Não 'pera, essa era o da Ana Filipa. O Fanan! Bolas, o gajo era de mijar a rir, mas andava metido na merda. Será que ainda é vivo? O Fanan..."
Agora expliquem-me, que tipo de pessoa quer rever outras pessoas que nem sabe se estão vivas, hã?
Pensem nisso.

11 comentários:

  1. Colegas de liceu? Não os adicionei no feiceboso, vou adicioná-los na vida real querem lá ver?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho alguns. Mas ficámos amigos e já eramos amigos sem FB. Agora o rever a turma inteira...Eu nem me lembro de que turma era...

      Eliminar
  2. DE facto tem toda a razão e não se compreende o motivo.
    Como se alguém se preocupasse com alguém, sobretudo quem nem sequer se recorda.
    A verdade do mundo é só uma. Metade das pessoas não querem saber dos nossos problemas para nada, e a outra metade as mais das vezes regozija-se com eles..
    Uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora então, uma boa semana para si tambem!

      Eliminar
  3. Ahahahahahahahahahah... E pronto... Era isto que eu tinha para dizer! :)

    ResponderEliminar
  4. loooool
    Se fosse eu a mandar fazia todos os meses jantar desses, há sempre uma ou outra maluca que não lhe pegaram nesses 20 anos e tem muita energia acumulada pronta a ser libertada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ZeCaramelo, deve ser por serem muita boas e bonitas e porreiras!

      Eliminar
  5. Ahahahahahahahahahahah
    (importas-te de sair de dentro da minha cabeça faxavôr? ´gradecida)
    :DD

    ResponderEliminar

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente