O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

quarta-feira, setembro 13, 2017

Eu também tenho uma palavra a dizer sobre pediculose

Passei apenas para perguntar se alguém já reparou na quantidade de produtos que as farmácias e afins vendem para o tratamento aos piolhos. Se alguém já atentou no negócio dos champos, loções, óleos, géis, pentes de dentes finos, pentes eléctricos, e cenas com repelente (pulseiras, elásticos para os cabelos, e sprays).

Agora pergunto se já alguém reparou quanto custa cada um daqueles produtos, que se aplicam em meninas de cabelo comprido à média de um frasco por cabeça, com repetição na semana seguinte.
Vezes o número de cabeças numa casa, que já se sabe que isto quando é para desparasitar é a família toda.

Agora relacionem isto com o número de vezes que é anunciado na escola dos vossos filhos que há casos de pediculose (tipo, sempre?)

Bom, passei apenas para dizer que os produtos não matam os piolhos, se descobrirem algum que efetivamente o faça, por favor passem o nome. Posso garantir que aplico como deve ser, respeito os tempos de aplicação sempre para muito mais e nunca para menos, e que quando passo os pentes supostamente para retirar cadaveres de piolhos, eles estão tão vivos como estavam até aí. Nadam, fogem, e se não os enviar cano abaixo, voltam para a primeira cabeça que virem.

Que saudades do tempo em que uma pessoa apanhava piolhos uma vez na vida, fazia tratamento com produtos eficazes, que dizem os senhores das farmácias, agora foram todos proibidos. Andava um dia com a cabeça a cheirar a Raid mas tinha o problema resolvido.

Passei ainda para dizer que não acredito que a maioria dos pais faça a quantidade de tratamentos que são solicitados, porque simplesmente não acredito que a maioria dos portugueses possa dispender do seu rendimento familiar do dinheiro que é necessário, e posso garantir-vos que só este ano cá em casa a coisa já ultrapassou um ordenado mínimo nacional.

E as miúdas cheias de piolhos,

E pronto, é isto. Enquanto esta merda não se tornar um caso de saúde pública, ninguém se mexe, e vamos continuar a tentar "asfixiar" piolhos com sabonetes a 18€ o frasco.

Se sabem alguma coisa sobre o assunto, que tenham aprendido não a ler posts patrocinados em blogs, mas a ver mesmo piolhos de verdade, daqueles com patinhas e coiso, por favor digam-me. Estou por tudo.



E com vocês, tudo bem?

15 comentários:

  1. Compra um pente metálico fino (os de plástico não prestam), próprio para retirar lendêas e piolhos e mune-te de muita paciência para longas horas a pentear. Vinagre de maçã também ajuda. E colónia de alfazema para prevenir.
    Para prevenir utiliza água de alfazema.

    ResponderEliminar
  2. É este:
    https://www.google.pt/search?q=pente+metalico+para+piolhos&tbm=isch&imgil=pI203T83CyklTM%253A%253BX5_6vpFVY0RWMM%253Bhttp%25253A%25252F%25252Fwww.scielo.br%25252Fscielo.php%25253Fscript%2525253Dsci_arttext%25252526pid%2525253DS0365-05962009000600007&source=iu&pf=m&fir=pI203T83CyklTM%253A%252CX5_6vpFVY0RWMM%252C_&usg=__nXrHLzNJ-gurqe0Mx_WnCiz52bw%3D&biw=1365&bih=910&ved=0ahUKEwizrbiNm6TWAhWHxRQKHb6_CFoQyjcINw&ei=hTe6WfPWE4eLU77_otAF#imgrc=pI203T83CyklTM:

    ResponderEliminar
  3. O pente eléctrico é o melhor investimento que podes fazer. Também sempre achei que os produtos não são 100% eficazes, experimentei várias marcas com os meus filhos e o resultado era sempre o mesmo: iam para a escola sem piolhos e voltavam com essa praga. A coisa só resulta se a turma inteira fizer a desparatização.
    Vai daí que comprei o pente que passava dia sim, dia não. Nunca mais tiveram piolhos porque eram sempre apanhados logo no início.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Picante, qual a marca de lente que usa? Eu comprei um e não acho eficiente...

      Eliminar
    2. *pente e não lente

      Eliminar
    3. Não sei a marca, logo à noite vou ver. Mas é eléctrico e mata os bichos por electrocussão. Há uns 9 ou 10 anos custou-me cerca de 50€, acho eu.
      Também não é 100% eficiente mas não danifica o cabelo e passa-se em 2 min, separando mecha a mecha. Se for passado regularmente acabamos por ir apanhando todos os piolhos, a prazo acaba por sair muito mais económico que os shampoos.

      Outro truque é por-lhes perfume na cabeça, diz que funciona como prevenção (uma qualquer, não é preciso ser aquela porcaria que cheira a anis da Paranix)

      Eliminar
  4. Estou contigo. Ontem mesmo pensava isso - que não pode faltar muito para ser considerado um caso de saúde pública, ou algo que o valha... tenho gasto rios de dinheiro... Acabei por desistir e vou passando o pente metálico, pelo menos dia sim dia não. Acho que acaba por ser a única coisa a funcionar (também experimentei o pente eléctrico, mas não fiquei fã). Olha... boa sorte...

    ResponderEliminar
  5. Minha querida Xaxia que bom poder ler-te mesmo que o assunto seja piolhos ;)
    Houve um ano que desesperei, no espaço de um mês gastei mais de 100€ na farmácia, isto com macaquito que por algum motivo, os piolhos não querem nada com a irmã. Desesperei, tal como os teus, o puto saia de casa sem um bichinho que fosse e quando voltava vinha carregado, a dada altura até caspa (ou qq alergia parecida) ganhou de tanta porcaria que lhe punha. Falei com a professora que me dizia "há pais que não limpam...". Comprei um pente eléctrico e todos os dias quando ele chegava, antes de qualquer outra coisa, meia hora de electrocuções.
    Portanto, a minha opinião é que vale o investimento no pente, mata os sacanas e só gastas o dinheiro uma vez. Para quem quiser saber, se forem ao centro de saúde, eles fornecem gratuitamente produtos para matar a bicharada.

    ResponderEliminar
  6. Depois de um ano a tentar erradicar essa praga da cabeça da minha filha, que tem um cabelão ruivo e farto :) a médica de família disse para experimentar um produto que apesar de não ser especificamente para piolhos, funciona muito bem. Chama-se ACARIL e é dos laboratórios Bial. Aplica-se antes de dormir, actua a noite toda e no dia seguinte tudo o que é bicho desses está mortinho da silva... tem um cheiro activo mas não muito desagradável e é a única coisa que funciona lá em casa.

    ResponderEliminar
  7. Há uns tempos apanhei piolhos (não vamos falar sobre isto), sendo adulta e não convivendo regularmente com cabeças onde habitam esses seres é muito mais fácil tratar do assunto. Utilizei este produto
    https://www.naturasi.it/shampoo-specifico-occhio-al-pidocchio-helan

    Não tem um cheiro nauseabundo, o único e grande senão é que é óleo, para tirar do cabelo é o cabo dos trabalhos, o que me faz pensar se o produto faz mesmo efeito ou se os piolhos morreram afogados.

    ResponderEliminar
  8. Dos que usei o que funcionou foi o paranix, com a vantagem de dar para mais que uma aplicação.
    Dizem-me (é o que usa) que colocar essência de alfazema na zona da nuca funciona para não os apanhar.

    ResponderEliminar
  9. O Paranix também funciona cá em casa e já vem com pente metálico. Depois da aplicação ponho vinagre na nuca e faço a última passagem com água e vinagre. Já aconteceu aparecer duas semanas seguidas e é um verdadeiro martírio. O ano passado, estivemos alojados num hotel em Alvor, conceituado e, no final das férias, viemos todos com piolhos. O meu cabelo é comprido...estão a perceber??? Uma coisa essencial é lavar tudo o que tenha estado em contacto com os ditos (o que sabemos e o que não sabemos também), a 60º na máquina desde almofadas, lençóis, edredons, etc...No Inverno, é um verdadeiro drama. Os produtos são muitíssimo caros. Acredito que haja muitos pais que não façam o tratamento e, depois, funciona como bola de neve. Não sei porquê mas ainda não parei de coçar a cabeça enquanto escrevo! sugestão, certamente.

    ResponderEliminar
  10. A eficácia do Paranix já vem de há muito. Quando a minha filha (hoje, prestes a acabar o mestrado), com longos, louros, finos e anelados cabelos (do pior para "caçar" piolhos!) trouxe esse belo presente para casa, foi com Paranix que consegui acabar de vez com eles. Foi, depois, devidamente reinfestada pelos colegas e, novamente, voltei ao Paranix, que é fácil de aplicar no banho e tem o tal pente (terrível para a minha filha, que ainda hoje odeia que lhe mexam na cabeça). Mas só quando, por desespero puro, ameacei a direção do colégio de que estava capaz de ir à SIC divulgar que um colégio tão fino não conseguia controlar a epidemia por incúria de alguns pais, é que passou a haver um controlo sério: os miúdos eram "vistos" pelas professoras e educadoras e só depois de estas darem o OK é que entravam na sala, os outros eram recambiados para casa. Na maioria das vezes, parece ser esse o problema: os produtos até podem ser eficazes mas se os garotos estão a brincar ou sentados junto de miúdos infestados não há hipótese...
    Boa sorte e... haja paciência.

    ResponderEliminar
  11. Já nem o Quitoso funciona, hoje em dia... ah e tal, agora é tudo saudável, sem inseticidas... pois! É esse o problema.
    Beijocas
    Mónica

    ResponderEliminar
  12. Lá em casa só conseguimos resolver o problema de vez indo à clínica do piolho em Algés! è um pouco caro, mas foi remédio santo.

    ResponderEliminar

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente