O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

terça-feira, março 07, 2017

As crianças são um bicho egoista e caprichoso. Um dia acordam e não gostam de bananas. Ou frango.  Ou pão com manteiga. E estão sempre a precisar de alguma coisa. Qualquer coisa. Uns ténis. Um livro. Uma PlayStation. Uma viagem à Disney.
E nunca estão satisfeitas. Outra vez bife? Outra vez arroz?
A sua frase preferida da semana " o que é que me trouxeste", a do fim de semana "onde é que vamos".
Dão um chouriço a quem lhes der um porco. Ou uma vara deles. São seres interesseiros, que nos rondam com olhos de panda bebé, a troco de chocolate Milka. Ou cromos da Luna.
Estão sempre a perguntar se fulano de tal é rico. Aliás, qualquer badameco que tenha uma coisa que querem muito e não têm deve ser rico. Mesmo que estejamos a falar de um gelado de três bolas e topping de chocolate. Acham que temos a árvore das patacas no quintal, ou que nos saem notas de 500€ quando damos chutos em pedras. Só assim se justifica que ainda não tendo chegado à porta da rua já estejam a anunciar que têm fome. Ou sede. Ou as duas coisas. Afinal adoram abancar de café. Ou de restaurante.
Têm usufruto total da TV de casa. De outra forma não conseguiriam ver pela sétima vez o episódio 548 da Lady Bug. Ou os Morangos com Açúcar gravados em 2005.
O nosso papel no mundo é servi-los. Ajudá-los com os trabalhos. Atar-lhes os sapatos. Providenciar torradas. Limpar-lhes o rabo. Levá-los a 37 festas de anos, saraus, treinos, festas de pijama e noites de  Halloween. Com o tempo que nos sobra podemos sempre aproveitar para lhes ir comprar um casaco maior. Pagar o ballet. Ou encher-lhes os pneus da bicicleta.
Passam o dia a correr, a saltar de sofá para sofá, a fazer "musicallys", mas se são chamados a levar um prato para a cozinha, estão obviamente muito cansados. Hello, somos apenas crianças.
As crianças são um bicho egoista e caprichoso.
Não sei se já tinha dito.



18 comentários:

  1. Ao pé dos adolescentes as crianças são como os cachorrinhos da Scotex.
    (até que enfim, caramba...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em boa parte, pelas razões (ou, se preferir, pelo caminho) que a Xaxia apontou ali em cima.

      Eliminar
    2. Também mas não só.
      (parecendo que não este não só é o diabo...)

      Eliminar
    3. Eu diria que é tudo um ensaio para o grande espectáculo que é a adolescência. Quanto mais longe os deixarmos ir na infância, pior a adolescência. Afinal, são os donos disto tudo.

      Eliminar
  2. O Inverno a acabar e é agora que apareces? Já tinha saudades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi só uma aparição. Não um regresso...

      Eliminar
  3. E a culpa é nossa, só nossa e toda nossa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Completamente. Nossa pais, avós e afins.

      Eliminar
  4. Yey! Voltasti!

    (Como assim?! As crianças são o melhor do mundo, pá!!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São Nê, são o melhor do mundo. Não as podemos é deixar trepar muito.

      Eliminar
  5. Conhece os meus filhos?
    Achei que só a minha filha passava a vida a fazer "musicallys", afinal não... E eu a pensar que tinha em casa 3 extra-terrestres que se tinham apoderado do corpo dos meus filhos, afinal não, tenho putos iguais a tantos outros. Acho que nós (pais) somos os grandes culpados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho aquilo do Musically muito giro, mas sinceramente nunca explorei muito a questão. Pensei que era uma espécie de aplicação, mas aquilo funciona como uma rede social. Tenho um receio enorme destas ferramentas que eles utilizam e que nós claramente não dominamos.
      E pensar que quando era da idade dela não sabia o que era ser filmada e se me visse numa televisão era sempre uma coisa super estranha...

      Eliminar
  6. É verdade sim senhora...por muito engraçado que o seja...ainda não há por estes lados por isso =P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É aguardar que a tendência não deve ser para melhorar muito!

      Eliminar
  7. Foste envolvida no movimento "selinho Blog em bom", tens agora vinte e quatro horas para escolher um blog que gostasses de ser, explicando-nos porque é que aquele blog é mesmo um blog em bom e para desafiares mais cinco bloggers para este interessante desafio que pretende promover o convívio entre todos os bloggers, ou então um panda bebé morrerá e todos sabemos que os pandas são animais fofinhos que não merecem falecer só porque alguém não responde a um desafio

    ResponderEliminar
  8. Oh! também não é completamente assim, há dias em que ligam o modo choro, e choram de manhã à noitinha! :)

    ResponderEliminar

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente