O maravilhoso header é cortesia da Palmier Encoberto. Quem mais?

segunda-feira, setembro 21, 2015

Digam-me que eu aguento

Sou a única pessoa em Portugal que não dança Kizomba, não sou?

22 comentários:

  1. NÃO, NÃO, XAXIA, NÃO É.
    HÁ MAIS QUEM NÃO DANCE, NÃO OUÇA, NÃO GOSTE E, MAIS, ODEIE ESSA MÚSICA, ESSA MODA, E ESTA PARANOIA COLECTIVA QUE SE GEROU Á VOLTA DE TÃO ESTUPIDIFICANTE PRODUTO. FARTINHA, FARTINHA DESTAS MODAS QUE NOS QUEREM IMPÔR E, SOBRETUDO, DE QUEM AS SEGUE TIPO CARNEIRADA!

    (Desculpe a gritaria, mas estava mesmo a precisar de desabafar. Este tema enerva-me. Já me sinto melhor. Obrigada pela oportunidade)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahahahah ahahahahahahahah

      Eliminar
    2. Agora já mais calma e reconfortada pelo apoio da Nê, queria só acrescentar o seguinte acerca da parte das modas que nos querem impor: a maior parte dos meios de comunicação social (e, por conseguinte, das rádios) deste país está, neste momento, nas mãos dos angolanos. É natural que eles nos queiram impor as tradições e a cultura deles.
      Gostava de deixar este tópico como ponto de partida para uma reflexão. A moda da kizomba não nasceu por acaso e o sucesso retumbante do Anselmo Ralph também não.

      Eliminar
    3. hahahahaah. Rir é a minha reação ao ler o comentário do anónimo.
      O facto de haver muito angolano que investiu em Portugal (só este tema daria pano para mangas mas adiante) nao quer dizer que a cultura esteja a ser impingida no país. E só alguém muito pouco conhecedor da cultura alheia poderia largar tal comentário.
      Nada e repito, NADA do que se ouve e se vê por aí (rádios e televisões) são cultura africana. está mais para apropriação cultural (dou 5 m para pesquisarem sobre o assunto). Aquilo que se vê a surgir por aí é uma tentativa muito frustrada de dançar e cantar. É uma ofensa a toda e qualquer pessoa com raízes africanas, é uma tentativa vã de destruir o que em tempos foi decente. Ver mulheres a tremerem o cú NÃO È KIZOMBA, o único problema são os carneiros que se deixam levar por qualquer suposto instrutor e achem um piadão às figuras tristes que fazem.
      E já agora, Anselmo Ralph não é cantor de kizomba, é um subproduto americanizado que canta em português e vai vendendo.
      Espero ter elucidado algumas mentes.

      Desculpe Xaxia, intrometer-me assim no tópico mas tinha que escrever isto.
      quanto ao seu post, acho super normal que não queira sequer aprender a dançar aquilo que dizem ser kizomba, a verdade é que chega a dar pena.

      Eliminar
    4. Eu não disse que o Anselmo Ralph canta kizomba, falei no enquadramento em que surgiu o sucesso dele. Como poderia falar da novela da TVI, parcialmente rodada em Angola e com angolanos ou de uma outra novela (angolana) que aí andou e lançou uma modelo/atriz de que agora não me lembro o nome (não sou seguidora/consumidora do género).

      Por outro lado, eu não disse que estamos a ser inundados com os produtos que refletem as verdadeiras raízes africanas, pois não? Disse que estamos a receber (e aceitar passivamente) o que eles nos querem impor, não obstante ter ou não qualidade. Note que, em igual medida, os produtos que nós exportamos lá para fora nem sempre são os que apresentam um mínimo de qualidade ou identificação com as nossas raízes. Quanta pimbalhada mandamos nós lá para fora em nome de Portugal?

      O que eles põem a circular por cá são os tais subprodutos que sabem que vão ser consumidos avidamente por cá. Dão ao povo o que o povo quer, gosta e consome sem sentido crítico. E está a resultar, não está?

      Eliminar
  2. E somos duas!!!!!! Já deito Kizomba pelos olhos!!!!!!!!!! E estou como o Anónimo "ali de cima", detesto carneirada!!!!

    ResponderEliminar
  3. Nop!!!
    A maior parte não dança mesmo kizomba... mas como está na moda, toda a gente ouve, diz que gosta, dá ao rabinho e pensa que também consegue parecer sexy como as profissionais da coisa...
    Modas!

    ResponderEliminar
  4. Ó Xaxia!!
    Já estou como o anónimo ali da gritaria... É uma moda estúpida, uma histeria geral! Agora pergunto eu... Já alguém se deu ao trabalho de prestar atenção às letras das músicas de Kizomba?? Ridículo!

    ResponderEliminar
  5. Pipocante Irrelevante Delirantesegunda-feira, 21 setembro, 2015

    Nem sequer ouvir...

    ResponderEliminar
  6. Bem, eu sou daquelas pessoas estranhas que por norma não gosta de ouvir música. Quando me perguntam que tipo de música gosto e eu falo em música pimba, Ricky Martin e outros assim toda a gente me fica a olhar de lado e perguntam: mas tu gostas de ouvir isso?

    Não, não gosto. Eu não "escuto" música, eu adoro é dançar, finjo que sei dançar dança de salão e havendo local/música/par para isso, aguento-me horas a dançar, no entanto estou-me bem a lixar se é Quim Barreiros ou Strauss, eu quero é dançar, se não for para dançar desliguem lá a música que isso só chateia e eu não ouço bem.
    Isto tudo para dizer o quê: eu que amo de morte dançar, não suporto kizomba, nem o Teló já agora

    ResponderEliminar
  7. Não, eu também não danço (nem gosto de ouvir).

    ResponderEliminar
  8. Pipocante Irrelevante Delirantesegunda-feira, 21 setembro, 2015

    Quero que a kizomba se f#$#.
    Acredito que vá passar, como passou a lambada (a dança, não o estilo de vida conjugal), a macarena ou a invasão de duplas sertanejas.
    Vão fazer running ou treino intensivo que isso passa.

    ResponderEliminar
  9. Não, não é e pelos vistos está muito (não sei se bem mas se isso já são outros quinhentos) acompanhada.

    ResponderEliminar

Comenta, não pagas nada e eu fico toda contente